quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Sorriso

Todos os dias, as 7 horas, lá está o auxiliar de limpeza limpando tudo. Passo por ele somente às quartas-feiras e ele me dá bom dia sorrindo. Nunca falhou. São 5 anos assim e, em dias que passo para ver outros serviços, ele dá o mesmo bom dia com o mesmo sorriso.

Não sei se atrás desse sorriso há dor ou amor, se a felicidade demonstrada é real ou não, sei que não falha esse demonstrar de alegria vindo dele.

Penso se ele sorri agradecendo pelo dia que Deus lhe deu, se sorri por ter emprego, se sorri por limpar o caminho que a todos passarão, se sorri por estar contente, se sorri porque quer mostrar os dentes, se sorri pois é o que de melhor pode fazer.

Já pensei em parar e conversar, entender o motivo daquele sorriso sincero que ele emite, mas nem sempre a pressa permite. Essa tal pressa que impossibilita a criação de diálogos sensatos, e nos faz apenas pensar.

Pensei até, será que é um sorriso mesmo ou somente um formato que o rosto dele adquiriu com o passar do tempo?

Sei que sempre que o vejo eu acabo sorrindo também, e meu sorriso vem de ver que o sorriso dele me dá energia para o dia que começa.

Um comentário:

  1. Oii!

    Muito bom seu texto, gostei. Tem pessoas que são assim mesmo, não gostam de demonstrar seus sentimentos aos outros. Quantas vezes você sorriu e não demonstrou o que estava sentindo? Acredito que são pessoas iluminadas.

    =D

    http://doublehappiness2you.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.