quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Sem medo de arriscar

Eu digo que uma das melhores bandas dos anos 90 no Brasil foi o Pato Fu. A banda fazia o que queria para se divertir nos palcos e fazia sua musica chegar a todos os ouvidos de forma engraçada e com mensagens. 

Lembro de ter visto um show de lançamento do segundo álbum “Gol de quem?” onde a cada musica era pego de surpresa. A banda não se preocupava somente em tocar, mas em mostrar outras formas de agregar instrumentos e sons, tanto que iniciaram como um trio tendo Fernanda Takai como vocalista, John, marido de Fernanda na guitarra e Ricardo Koctus no baixo, isso mesmo, uma banda sem baterista, já que usavam bateria eletrônica. 

E ai, ao meu ver, a hora que colocaram um baterista de carne e osso a banda se perdeu, deixando de se inovar e virando “mais do mesmo”. Mas em 2010 a banda resolve inovar fazendo um disco usando instrumentos de crianças, isso mesmo, um disco de covers usando até marionetes como backing vocals. 

E no atual momento Fernanda Takai está gravando seu terceiro álbum solo, intitulado “Na medida do Impossível” onde pretende trazer parcerias inusitadas. A primeira musica lançada é “Seu tipo” com a participação da roqueira Pitty. Outros nomes previstos são de Marcelo Bonfá, Mariana Lima, Julieta Venegas e Climerio Ferreira. 

Mas o que tem chamado a atenção é a recente gravação, ainda não divulgada, de “Amar como Jesus amou” musica do padre Zezinho, conhecida com um dos hinos católicos, onde a cantora vai contar com a participação de outro padre, mais “pop star”, Fabio de Melo. O interessante é que esse álbum está sendo produzido por Toshiyuki Yasuda, especialista em usar sons como de vídeo games. 

Ficou curioso em ouvir a musica? Eu estou. Será que a Igreja católica vai cair de pau na musica? Vamos esperar para ver. Enquanto isso ouça a original. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.