quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Assim



O que eu sinto
O que eu não sinto
O que?

Sim, eu sei sorrir
Sim, eu sei chorar
Sim, eu sei.

Da mesma forma que acabo sorrindo
É a mesma forma que acabo chorando
As formas são deformadas.

Um peso nem sempre é tão pesado
Se sua massa for levada em consideração
Perto da alma, dentro do coração.

3 comentários:

  1. São tantos sentimentos que ás vezes a gente nem sabe o que sente =)

    ResponderExcluir
  2. E esta ambiguidade, principalmente em relação aos nossos sentimentos, é o que nos angustia. Como resolver? Como proceder?

    ResponderExcluir
  3. Gostei! Tudo é da maneira como enxergamos! Pode se formar , se transformar e pesar...

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.