quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

A força de um homem e de suas atitudes


Todo mundo tem seus exemplos na vida. Pais, avós, familiares, professores, pessoas que fazem algo bom.

Hoje acompanhei no que foi possível a ultima celebração presidida pelo papa Bento XVI e ao dizer que tem consciência da gravidade da inovação que foi renunciar ele foi mais um desses homens que se tornam exemplos, pelo menos pra mim.

Ele fora designado há 8 anos para ser o Papa desse mundão, e agora está se retirando, alegando cansaço, e dizendo que passou por momentos felizes e difíceis nesse período. Tudo que ele fez foi para o bem de todos, tenho certeza disso, e por mais que as pessoas venham com comentários sobre crises e outras coisas, acho que temos que ver algo de bom em tudo que ele fez.

Sou uma pessoa elétrica, agitada, turbinada, que não sabe ficar quieta. Mas em determinados momentos penso nas renuncias que fiz, faço e farei. Nenhuma é fácil e longe de mim qualquer comparação com o fato citado anteriormente, mas procuro pensar muito para fazer as coisas.

Não foi nada fácil parar de fazer teatro, de abortar um curso de musica que faria e queria demais, mas precisando colocar os pingos nos is.

Sim, renunciar é difícil, mas precisamos, mas sempre fazer da maneira mais clara, conversando, pensando, analisando os prós e contras, e tendo firmeza que a renuncia é algo que deve ser feita com coragem.

6 comentários:

  1. Acho que você disse certo, a renúncia implica coragem. Sim, é um ato corajoso, e não covarde, como muitos pensam. Temos que analisar cada situação e se esta tiver mais contras do que prós, mesmo que seja o nosso desejo, é possível renunciar.

    ResponderExcluir
  2. É... renunciar é uma das coisas mais difíceis da vida. Mas tb faz parte dela... Acho q crescemos sempre q abrimos mão de algo... Adorei o blog!!! Me visite qud puder..
    http://aquela-velha-opiniao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Assim crescemos amigo, qdo por vezes renunciamos algo que achamos importantes em nossas vidas!!! Parabéns pelo texto!!!
    Sempre sensível, sempre correto!!!
    Amei!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. adorei seu texto,por vezes temos que disistir de nós por bem de outros um abraço tenho um selo no meu blogue para si

    ResponderExcluir
  5. Sobre o papa, tenho uma teoria diferenciada. Acredito que há muitos outros fatores que não foram mostrados nas mídias, mas ok, respeito sua opinião e concordo com o fato de que "renunciar" é sempre difícil. Sou estudante e tive que renunciar de festas e encontros para poder sonhar meu próprio sonho. A vida tem dessas, alias.
    Belo texto, reflexivo.
    Abraços longos,
    Amanda

    ResponderExcluir
  6. Ótimo texto, renunciar implica perder algo, o que sempre é difícil.
    Quanto ao Papa, parece ter um mistério.

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.