quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Pra que estudar essa matéria mesmo?


Estava na tarde dessa quarta-feira, dia 26/10/11, assistindo a novela global “A vida da gente” que passa as 18:00 e em determinado momento o professor de literatura é chamado a sala do diretor para explicar o porque de reprovar determinado aluno, o professor diz que ele não assiste suas aulas, não faz os trabalhos e então o diretor diz que ele tem que aprovar o dito cujo pois ele é filho de um dos donos da faculdade, e ainda diz que a matéria que o professor ensina, no caso Literatura, não é de tanta importância.

Ok, a literatura se não for bem explicada só serve para você se ver “carregando” livros de sebos para cima e para baixo, de obras de dois séculos pra trás, e que possui um monte de palavras não ditas mais hoje em dia. Ok.

Quem nunca pensou assim ou parecido? Eu ia a escola, amava matemática, química, biologia, gostava muito de historia, português, inglês, literatura, mas mesmo assim me questionava por que aprender o tal raio do triangulo, o porque da revolução industrial, por que as girafas tem seus pescoços do tamanho que os tem se eu “nunca os usaria para nada”.

Quando a gente é criança pensa isso mesmo, acho que é até normal, mas um professor ouvir isso é o fim. As vezes vejo pessoas depreciando quando comento de algum aluno e dizem “ah, deixa é criança (tendo mais de 20 anos) e quando precisar corre atrás” eu ensino informática e 99% dos meus alunos nesses 9 anos de carreira sempre acham que sabem algo, ai tu pede para ele colocar negrito no titulo ele se perde todo, mas vejo pessoas dizendo que minha matéria não importa, assim como na novela. Estudei pra que?

O pior, no meu caso, é que 200% das pessoas que trabalharam comigo mal sabiam ligar uma maldita impressora na porta paralela da impressora e se acham os “ases” de informática, assim como deve acontecer com professores de várias matérias.

Esse post é mais um desabafo por ter visto tal cena, que se passa numa novela e acham que é só ficção, já vi acontecer inúmeras vezes de verdade. Quem vai para a escola tem que estudar, aprender e dar valor a quem está ali para ensinar.

5 comentários:

  1. Belo desabafo.

    Sem educação, sem ensino de qualidade como vamos melhorar o mundo mesmo?

    Não importa a matéria. O importante é o conhecimento.

    ResponderExcluir
  2. Olá,vim conhecer seu cantinho e aproveitei para seguir,parabêns pelo Blog!

    Venha me fazer uma visitinha,você será muito bem vindo e se quiser seguir também,sinta-se em casa!

    http://umamulherbemvestida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu tbm fiquei indignada com aquela cena ñ por ser em uma novela e sim por saber que isso acontece muito por ai;faculdades formando alunos despreparados que serão profissionais despreparados vlw pelo desabafo!!!!

    ResponderExcluir
  4. É ISSO MESMO, ESTA GENTE PENSA QUE É TUDO DELES, EU ESTA SEM TAMBÉM PASSEI POR UMA QUE NÃO TEM PIADA NENHUMA, BEIJOS

    ResponderExcluir
  5. Olha cara, eu tb leciono informática, como vc, mas já me coloquei no lugar desse aluno questionador. Explico:

    No 2° ano do ensino médio, tive uma discussão com um professor de física sobre onde eu iria usar na minha vida, o tal problema ele colocou na prova. Que era o cálculo da velocidade de um carro e qto tempo ele iria chegar em tal lugar. Me lembro como se fosse hj da cena.
    Eu: Onde vou usar isso?
    Ele: Em todo lugar da sua vida!
    Eu: Como?
    Ele (já em tom apelativo): Vc usa física pra tudo! Meus alunos da manhã ñ me perguntam isso. Todos tem um objetivo na vida, sabem que a Física é importante. E vc, vai fazer o que de vestibular?
    Eu: Jornalismo.

    Juro pra vc que ele não teve resposta.

    Valroizo o profissional que está lá, tanto que ele apelou comigo insinuando que eu ñ daria nada na vida, e só os alunos dele da manhã (eu estudava a noite) iriam se dar bem por não questionar a Física e o problema da velocidade do carro vezes x².

    Até hj nunca usei nada do que aprendi no Ensino Médio. Nem na minha vida profissional, nem na pessoal.

    Creio que a grade de ensino, principalmente no EM, merece uma reformulação. Sistema falido e com ensinamentos mais ainda. Um sujeito no 2° ano do EM já consegue escolher o que quer fazer da vida, o que quer estudar. Afinal, já conseguem votar e fazer filhos...
    Não sou perito em educação, sou jornalista, mas leciono informática, vivo esses 2 mundos. E acho que um meio termo cabe.

    Abraço

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.