quinta-feira, 13 de outubro de 2011

A nova árvore familiar


Nessa quarta-feira 12 de outubro, estava vendo TV, programação matinal voltada para as crianças pois, alguém inventou que, era o dia delas.

La pelas tantas, no programa do SBT o menino manda um beijo para “a mãe, irmão e irmã”. Depois o outro para “a mãe e irmãos”, a menina mais categórica “só para a minha mãe”. E nisso deu para constatar o que já percebo há anos.

O papel do pai, direta ou indiretamente, já não é o mesmo. Não sei se por conta de todas as separações, por brigas, por maus tratos, sei que o papel do pai não é o mesmo.

Desde que comecei a dar aulas, e tendo contato com crianças e adolescentes vejo muitas vezes que eles me puseram no lugar desse homem que lhe tinha que ser um orientador familiar, o que não é certo, sempre conversei, na época do dia dos pai vi muita negativa por parte deles em querer fazer algo ou comemorar.

Graças a Deus, meu pai, mesmo distante por conta do trabalho, sempre me deu de tudo e até hoje se faz presente. E como era na minha época:

“Quero mandar um beijo pra minha mãe, pro meu pai e pra você”


** Se você gostou envie via twitter e facebook para seus amigos **
 

9 comentários:

  1. Assino embaixo seu comentário.

    Tive um pai presente e arrumo brigo com essa "sacanagem" de não darem atenção e carinho merecido aos pais.

    Sei de pais ótimos e de pais lixo. Como tudo na vida. Todas as mães são perfeitas????? Infelizmente não.

    Adorei seu texto.

    ResponderExcluir
  2. Verdade Renato, conheço mães que só por Deus viu...

    ResponderExcluir
  3. Olá caro Ronaldo!!!Adorei seu espaço, muito aconchegante.E leve! Valeu!Se for de seu agrado,participe do meu blog também.Falo muito do nosso Brasil e da procura pela paz interior.O link está abaixo.Mais uma vez, parabéns pelo blog!
    Abração, Rubi Valente.
    www.valentebrasil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. OLÁ AMIGO,coragem, adorei o seu espaço que já não vinha a algum tempo por causa de dificuldades de postagem, nos dias de hoje é mesmo assim, eu faço voluntariado numa escola do 1 ciclo, e mesmo meninos do 1 ano já trazem consigo uma violencia que dá dó,e as brindadeiras é só de luta que começa por ser a brincar e acaba por ser a sério mesmo e com violência, doi muito o coração, beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Ótimo texto,parabéns !!!

    ABRAÇO CARINHOSO E FRATERNAL ...

    GIOVANA

    ResponderExcluir
  6. Gostei do blog... inteligente e legal!

    Visita o meu e se gostar, segue!

    http://pensamentosporsandra.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de ler o que escreve.Amo seu blog, ele tem algo especial que torna-o diferente.

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.