sexta-feira, 16 de setembro de 2011

O quanto somos preguiçosos?


Já escrevi aqui sobre a evolução, de como era antes e como está agora, e aconteceu algumas coisas essa semana e resolvi postar sobre isso.

Uma pessoa precisava postar uma carta no correio para enviar algo para alguém, essa pessoa nem sabia o que era remetente. E nem sabia que tinha que colocar o nome e endereço da pessoa na carta.

Uma outra pessoa foi passar o endereço do site dela, que tem um nome bem difícil, e ela disse “Ah, coloca no Google que vai me achar é o primeiro site”, mas se o nome era difícil....

Fui ligar para o celular da minha mãe e quem disse que eu sei o numero do celular dela???

São 3 fatos, de 6, que aconteceram essa semana.

A gente se acostumou a mandar email, basta você digitar a inicial do nome da pessoa e lá está o email dela.

O endereço do site do cara tinha varias letras “o, k e y” não entendi o que ele disse e ele me pede para "colocar no Google"? Da um cartãozinho, pois sei que depois tem o ponto com ponto BR.

E o celular... tá la “cel mãe” mas não tenho a mínima idéia qual é o numero do celular dela, afinal eu só tenho que apertar alguns botões.

Vejo meus alunos fazendo trabalho e pegando tudo na net, eu tinha que ler mil vezes a Barsa... E nessas novidades a gente se especializa, só que quem vai me dar o diploma de mexer no Google??? Nós somos mestres em pesquisar nele, não vivemos mais sem ele, e hoje a pessoa sabe escrever google e não sabe escrever alcool...


E o mundo vai caminhando e a gente ficando mais preguiçoso e deixando as coisas velhas para trás.

Uma ressalva, esse post eu escrevi num papel, com lápis, no ônibus, enquanto vinha do serviço para casa, como sou antigo...

8 comentários:

  1. Pois não abro mão do papel e da caneta, de um bom livro que eu possa folhear, de uma carta para um amigo, de um cartão postal... coisas velhas, mas que denotam seu carinho pela pessoa que vai receber.
    Bom post.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  2. Fora preguiça.......maldita. Viva a disposição.


    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Bem colocado. E a preguiça mental vai além. Quantas vezes já vimos vendedores fazendo cálculos simples em calculadoras, simples do tipo 50 menos 25!!!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Não sei se é sinal da idade, mas eu também preciso de uma caderneta e uma caneta para anotar. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  5. É verdade...
    Hoje em dia, as coisas antigas acabaram se tornando um diferencial! :) Ninguém recebe mais cartas.
    Bem lembrado doutor, vou reatar os laços com amigos antigos.

    ResponderExcluir
  6. Eu amo surfar na Internet e descobrir novos lugares! Eu encontrei o seu e eu me tornei um tempo fofocando,

    e eu adoro ler! Além disso, gosto muito envolvida e apoiar os bloggers, mas estamos entre nós,

    quem ?¿?¿? Eu sigo e quero felicitá-lo, deixou-lhe o meu, se você gosta e acha que eu mereço, eu adoraria fazer parte do "seguir"

    para as meninas / eu gosto de você torná-lo possível e muito especial para mim! um BESIN



    KEYKOAMODEL.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  7. Muito legal. É a mais pura verdade. Estamos ficando preguiçosos e velhos...

    Trabalho no comércio e vejo meus clientes não lembrarem seus telefones residenciais sem olharem no celular... Efeito da moderna tecnologia.

    Um abraço,
    Thiago Rosa
    thiocr.blogspot.com

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.