quarta-feira, 11 de maio de 2011

Minha primeira vez: Primeiro site

Em 1999 eu era apenas um estudante de ciências da computação, a internet no Brasil engatinhava, era conexão discada, lenta que só, e eu fui me interessando por essa coisa de desenvolver algo e mostrar para o mundo.

Tinha o Microsoft Front Page instalado no meu micro e resolvi fazer um site sobre musica, todo despretensioso, peguei todas as letras do Ultraje a Rigor, Engenheiros do Hawaii e Velhas Virgens e coloquei no site. Pronto, o site “A casa da Musica nacional” estava no ar e para meu espanto em uma semana, sem divulgação alguma (não existia Google) o site teve 89 visitas. Achei aquilo o Maximo e comecei a colocar mais coisas no site.

Para minha surpresa, um belo dia ao ver emails tinha um do editor de internet do jornal Correio Braziliense, dizendo que adorou meu site e estava divulgando no jornal. Sem noção total, em um único dia foram quase mil acessos, muitos pedidos de musicas, bandas, noticias, já que o site passou a ser atualizado diariamente.

Recebi um convite do portal Globo.com para trocar o hpg pelo servidor deles, que também era gratuito, fiquei com o pé atrás, e foi quando me ofereceram R$ 100,00 para fazer a troca. Aceitei e o site passou a ter mais visualizações. Fiquei hospedado ali por 3 anos, quando a internet passou a ter o Google, sites importantes e meu site ficou perdido ali, sem muitas visitas, até que a própria Globo resolveu limitar os uploads e tal e ai deixei de manter esse site, indo para o blog, onde estou desde então.

6 comentários:

  1. Bem interessante e que experiência, hein?! De qualquer forma 3 anos não são 3 dias. E que bom que temos você aqui -blog- um pouco de nós, um pouco da vida, um pouco do mundo, um pouco de nada... Alguém tira sempre o melhor. Crescemos num mundo particular e totalmente dos "outros".

    Uma semana produtiva e bjos.

    ResponderExcluir
  2. Amei saber da sua experiência, gosto do seu blog, realmente, a gente aprende sempre um pouco...
    Também gosto de contar sobre coisas da minha vida particular, é como um diário.
    Faz uma visitinha no meu blog, vai ser um prazer.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Que experiência repentina!! Mas, apesar de ao final estar aqui no blog,vc está livre para dizer o que pensa e ter pessoas acessando e comentando, como eu, que li o texto e me identifiquei com a história!
    Estou seguindo seu blog!
    Postei até um textinho hoje no meu, apesar de eu ter acordado meio saudosa hj....rsrs
    Abraços
    Pri Rosa

    ResponderExcluir
  4. A vida são experiências. Elas nos levam ao crescimento, seja bom ou ruim.

    Continue seu crescimento bom.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. isso é uma das historias que se conta para os netos!! heheheheh

    ResponderExcluir
  6. Que historia interessante, como quem não quer nada vc se tornou evidente em pouco tempo.
    Bj e bom final de semana ;)
    Passa lá tbm...
    http://www.estigmaangel.blogspot.com/

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.