terça-feira, 5 de abril de 2011

Versos diversos

Transparência
Para não ver
Ou para ver
O que se quer

Escuridão
Com clareza
Interna e sombreada
Para iluminar a vida

Deselegante
Criticar a vestimenta
Vestir a carapuça
Agir e nada vestir

Desentendimento
É o entender do seu jeito
Arrumar o que se quer
Não saber o que fazer

Andar no salto
No fio da navalha
Ou na corda bamba
Cair faz parte do samba

Vitima
Que sofre o assédio
Que cobra o remédio
Que comete o crime

Sorrir
Um sorriso desigual
Sem entender a piada
Para não perder a amizade

Bolsa
Que carrega tudo
Que gera o mundo
Que abre e fecha

Ajuda
A quem precisa
Nem sempre necessária
Que as vezes atrapalha

Ponto
De partida
De chegada
Ponto final.

18 comentários:

  1. Poxa...Amei o poema...Parabens! beijos achocolatados

    ResponderExcluir
  2. Às vezes não te escuto não lembro como tu es
    Não vem na mente, a palavra sertã.
    Não vem na mente a frase, a rima.
    Para fase o poema
    Para mudar, como posso o mundo.
    Para fazer o que posso
    Para salva-lo, para salvar o mundo.
    Que nos humanos não levamos a serio
    Para salvar o mundo de nos mesmos
    E deixar a natureza e os animais
    Em paz, na sua própria paz.
    Na grandeza desse mundo
    Sem humanos destruindo a natureza
    Que dar de volta o que faz por ela
    O que nos humanos fazemos por ela

    essa é minha parte

    ResponderExcluir
  3. Transparência
    Para não ver
    Ou para ver
    O que se quer

    Muito bom!

    ResponderExcluir
  4. São versos que me tocam assim de jeito que me fazem cada vez mais, amar a poesia como a expressao verdadeira da vida.

    ResponderExcluir
  5. Amo os versos ditos de forma clara, sem pressa...Adorei a leitura, foi direto ao meu coraçao.Amei...

    ResponderExcluir
  6. A diversidade poetica torna a leitura poetica algo singular...Adorei o poema e acho que as palavras passam direto para a nossa alma.

    ResponderExcluir
  7. Ha quem dera o mundo ser idealizado por poetas...seres que amam a vida e tem um olhar que descreve tudo de forma diferente, o feio se torna belo, nao existe o ruim, tudo se transforma atraves das palavras...Ha quem dera, todos os poetas do mundo reconstruir aquilo que destroi, que machuca, que torna a vida sem graça.Somos poetas e estamos tao isolados nesse mundo carente de beleza poetica.

    ResponderExcluir
  8. Oi, RONALDINHO, tudo certinho?
    Encontrei o seu blog, e vim fazer uma visitinha! Que tudo esteja 100% com você!
    Parabéns pela poesia! Belíssima!

    Sou expatriada; quer dizer: sai do Brasil em 2000 e fui para os USA estudar na Harvard, onde estudei até 2002. Desde 2003, moro na Holanda - sou casada com um holandês.
    O choque cultural existe e acaba sendo benefício - de uma maneira ou de outra -. Sou da opinão que existem coisas boas e ruins em qualquer lugar do planeta! Nós é que temos que ressignificá-las à nossa moda!
    Se gostar de ler, será uma alegria se visitar o meu cantinho virtual, que é: http://josanemary.wordpress.com/mevrouw-jane/
    E será uma outra alegria, se quiser ler o prefácio do meu livro: Mevrouw Jane. prefácio não foi feito por mim, mas por um outro escritor, um já reconhecido no mundo literário.
    Se gostar – ou não - por favor, deixe um comentário; vou adorar ler a sua opinião!
    Tenha um ótimo dia!
    Grande abraço.
    Josane Mary

    ResponderExcluir
  9. Bom dia!!!!!Passei para te of. meu selo de seguidora e para retribuir a sua visita, tb tô te seguindo, beijão Bell.

    ResponderExcluir
  10. Nossa!!!Que lindo:D
    Amei o seus versos me tocaram profundamente^^
    Parabens!!!
    luzduradoura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Muito bom! Todos os pensamentos, fatos, vivências...descrito...exposto...pensado... Amei!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns!!!!!!amei ler tão lindos versos,me fez refletir.
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Olá boa noite tudo bem, vim agradecer a visita e por seguir o meu blog Boas Dicas, quando quiser visitar novamente, será bem vinda por lá, uma ótima semana beiju.
    Meu blog: friendlegal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Sorrir
    Um sorriso desigual
    Sem entender a piada
    Para não perder a amizade

    Isso é muito verdade!

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.