quarta-feira, 7 de julho de 2010

Realmente o tempo não para

Cazuza Há exatos 20 anos morreu um dos últimos poetas da musica brasileira. Agenor de Miranda Araújo Neto, mais conhecido como Cazuza, deixou de fazer sua visita ao inferno e foi morar no céu.

O cara era muito diferente de todos de sua época, ele colocava o sentimento real nas letras, escrevia o que sentia, não precisava ficar lendo outras coisas e as musicar, não, com ele era o sentimento puro na letra, era o que ele tinha passado.

Sempre me identifiquei com ele, por tudo (ta ok, menos pela opção sexual, as bebidas, as drogas....) que demonstrou pensar e na forma de agir.

Se você pegar as musicas dele vai ver que muitas são atuais, vê crianças dizendo que precisam de Ideologia para viver, que o tempo não para, que são exagerados no amor.

Cazuza foi o maior poeta do rock nacional (Amo Humberto Gessinger, que é minha voz da consciência e respeito que goste de Renato Russo), mas ninguém fez o que Cazuza fez, ninguém teve a coragem de assumir a doença e lutar, cada segundo que tinha, pela cura, ninguém teve peito de ao mesmo tempo falar de amor e criticar o país, Cazuza era punk, Cazuza era bossa nova, Cazuza era e sempre será um MESTRE.

9 comentários:

  1. - Pelo pouco que conheço de Cazuza sei que ele foi e é muito importante para música brasileira, ele cantava as suas músicas com intensidade, ele 'dizia ao mundo que era exagerado no amor e isso é atual, vemos pessoas jogando se aos pés do amor como um completo exagerado. Dizia que o tempo não para e realmente o tempo não para, (mais também não podemos parar no tempo).
    Gostei do seu post! =)

    ResponderExcluir
  2. puxa... acho que eu enviei o comentário certo, porém par ao post errado.... XD


    Bom, como estava falando no comentario que acabou indo para o post do dunga....

    Cazuza era um menino e tanto. Se eu vivisse em sua epoca provavelmente teria me perdido com ele...

    Triste sua história, e lindo é sua poesia sobr eo amor, Brasil, sua geração etc...

    ResponderExcluir
  3. "ele colocava o sentimento real nas letras, escrevia o que sentia"
    Acho isso lindo em qualquer artista, seja qual for sua arte, fazer com a alma é tudo.
    Linda homenagem!
    Bjs
    Mila Lopes

    ResponderExcluir
  4. Já falando de Legião que tem aquela música:
    Os bons morrem jovens

    Não sei se ele era tão bom como pessoa
    Mas como artista, incrível
    !!!!

    ResponderExcluir
  5. Porque ele era como era, os excessos nele também eram naturais... por outro lado, os excessos e tudo que ele enfrentou, também fizeram dele quem ele era... Não julgo... não condeno, tão pouco... só sei que somos o que somos e cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é...
    Ele era um grande poeta e as letras de suas músicas são eternamente atuais... Porque ele era exatamente como era...

    ResponderExcluir
  6. Eu tbem me identifico com as letras de Cazuza, Renato Russo e outros..

    O tempo não para e passa que nem vemos... já se foram 20 anos, amanhã será 40.. rs.

    Saudades de vc =)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. saudades do poeta. mas sua poesia é imortal...

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente optou por viver 10 anos a mil, sem limites, sem regras e só podia dar no que deu!!

    As consequencias de seus atos foram crueis....

    E todos saímos perdendo...

    saudade de suas musicas

    bj

    ResponderExcluir
  9. Penso que sempre vale a pena ser o que se é do que representar. Bonito ou feio,Cazuza foi ele e pagou o preço por sê-lo, entretanto mostrou toda a sua grandeza enfrentando esse preço com a mesma inteireza com que viveu sua loucura e, dentro da sua verdade, falou das verdades que habitam muitos de nós. Palmas para ele!

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.