quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Qual é a graça de viver?

Acho que é ser feliz. Quer dizer....

Creio que seja ter alegria, felicidade, ter algum dinheiro, afinal é com ele que podemos adquirir algumas coisas necessárias para nossa vida como alimento, vestimenta, moradia...

Mas vejo que o necessário mesmo é ter amigos. Amigo pra mim é aquele que, independente do momento, está com você. Não aquele que aparece no seu melhor momento para querer tirar proveito disso, ou até vir com uma inveja destruidora.

Sempre fui uma pessoa isolada, individual (não confunda com egoista, que isso nunca fui). Quantos aniversários eu passei sozinho, na praia, longe de todos que gostavam ou não de mim, quantos shows eu fui sozinho, cinema, jogos de futebol, discoteca, barzinhos, passeios, enfim, pra mim para estar feliz era só eu fazer o que queria.

Alguns colegas apareciam quando queriam ir a algum lugar e queriam carona, queriam viajar me chamando para ir, eu sempre fui sincero e não me deixei cair nisso. Falsos colegas, que em momentos importantes de minha vida não estavam la, e quando caíram, eu estava ali para ajudar.

Mas não cobro e nunca cobrei retorno disso. Acho que a gente tem que fazer as coisas por gratidão.

Desde 2002 as coisas mudaram. Ganhei amigos. Sim, amigos sinceros, se eu penso em fazer algo tenho vários que posso convidar, quando eles pensam em fazer algo me chamam, e isso que é importante.

Esse ano, com a nossa entrada no teatro, no projeto Rituais da Alegria, eu vi que houve a união da Alegria com a Amizade, pois a quantidade de amigos que fiz é enorme, alguns, é claro, estão como números no Orkut, pois eles se afastam, mas muitos, muitos mesmo serão amigos para toda a vida.

Hoje vejo que a graça de viver é ser feliz, é ter amigos, é ter pessoas ao meu lado.

Sou grato a cada pessoa que entrou em minha vida nesse período e faz minha vida valer a pena.

Fim de ano é época de agradecer, e agradeço sempre com toda sinceridade do mundo a todos, desde o pessoal do teatro, como aos novos amigos que fiz nessa atmosfera blogueira. Não citarei nomes, pois o problema nem é esquecimento, mas sim, para não achar que há uma preferência, todos são por igual importantes para mim.

10 comentários:

  1. "Hoje vejo que a graça de viver é ser feliz, é ter amigos, é ter pessoas ao meu lado. "

    Disse tudo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Amigos são presentes de Deus na nossa vida.
    Tenho muitos e a maioria com anos de amizade. Confio e amo cada um deles.
    Não existe felicidade sem amigos!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Muito bacana seu post...me identifiquei um pouco com vc...tb sempre fui uma pessoa mais individual e muitas vezes me vi cercada de gente interesseira e falsa mas graças a Deus consegui me afastar de gente assim...e sim...os amigos verdadeiros nos trazem muitas alegrias.

    ResponderExcluir
  4. concordo com vc, com o trechinho inicial:

    temq se ter amigos. sem eles, affz ñ somos nada. ñ há razão para existência, ñ há papel na sociedade.

    http://ligaploc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Se tem uma coisa que me orgulho nessa vida é de ter bons amigos - mas amigos mesmo. Conheço muito bem a graça de as vezes podermos ficar isolados, curtindo a companhia de nós mesmo apenas, mas, o fato é que sem bons/as companheiros/as a vida realmente seria muito sem graça.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Tem presentinho de natal no meu blog pra vc.
    Beijos, beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oie

    A graça é a própria vida!
    São nossos amigos, nosso emprego, nossas conquistas, nosso aprendizado com os erros, os micos,

    Eu agradeço sempre pelo presente que é minha vida!!

    bj

    ResponderExcluir
  8. Poxa vida Ronaldo que lindo, me emocionei concordo plenamente com vc, que bom que vc conheceu verdadeiros amigos, por que amigo agente sente.....

    Bjsss

    ResponderExcluir
  9. Ter amigos. Alegria. Um sorriso no rosto.
    É ter tudo.
    Esta semana, falo sobre a efemeridade da vida no Céu... bem de acordo com seu pensamento!
    Um beijo!

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.