segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Musica da Semana: Engenheiros do Hawaii - "Números"

Tem uma frase que eu sempre digo, não importa onde e nem o porque que é “A Medida de Amar é amar sem medidas” e eu, que já fazia isso, vi que existia uma frase, muito da antiga, que sempre sintetizou o meu sentimento.

Quando Humberto Gessinger falou que ia ter uma letra de musica com essa frase eu pirei, e desde então (era ano o 2000) eu nunca mais deixei de escrever ou falar sobre ela, depois descobri que a frase é de Santo Agostinho, um dos santos mais inteligentes que existiram, pronto, tudo em casa, eheheheheh.

Eu digo e repito, se fizermos tudo com amor as coisas são diferentes, temos que amar cada segundo de nossa vida, pois tudo se tornará prazeroso e teremos um lindo retorno, e o resto é numero, é algo que somente os fracos se importam.

Números
Engenheiros do Hawaii

Composição: Humberto Gessinger

Última edição do Guiness Book
Corações a mais de mil
E eu com esses números?
Cinco extinções em massa
Quatrocentas humanidades
E eu com esses números?
Solidão a dois
Dívida externa
Anos luz
Aos 33 Jesus na cruz
Cabral no mar aos 33
E eu... o que faço com esses números?
Eu... o que faço com esses números?
A medida de amar é amar sem medida
Velocidade máxima permitida
A medida de amar é amar sem medida
Nascimento e Silva 107
Corrientes, tres, cuatro, ocho
E eu com esses números?
Traço de audiência
Tração nas 4 rodas
E eu... o que faço com esses números?
Sete vidas
Mais de mil destinos
Todos foram tão cretinos
Quando elas se beijaram
A medida de amar é amar sem medida
Preparar pra decolar
Contagem regressiva
A medida de amar é amar sem medida
Mega, Ultra, Híper, micro, baixas calorias
Kilowatts, Gigabytes...
E eu... o que faço com esses números?
Eu... o que faço com esses números?
A medida de amar é amar sem medida
A medida de amar é amar sem medida
Velocidade máxima permitida
A medida de amar é amar sem medida

3 comentários:

  1. Revolução tecno-científica possibilitando pessoas de diferentes universos dialogarem em páginas virtuais, através dos números otimiza o mesmo sentimento dos antigos trocadores de cartas, bilhetes e recadinhos. O mundo muda, mas nossas necessidades básicas como querer compartilhar algo com o (s) outro (s), amar e sermos amados, etc. continuam as mesmas, pois como diria outro importante pensador da humanidade, Rei Salomão, não há nada de novo embaixo do sol.

    ResponderExcluir
  2. Amo essa música demais...na verdade eu gosto de todas de Engenheiros.


    abraços


    Hugo

    ResponderExcluir
  3. Ah, quando se trata de Engenheiros pode esperar que lá vem coisa boa!
    E esta é só mais uma das letras fantásticas da banda.

    Abraços

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.