quinta-feira, 11 de agosto de 2011

A culpa é do pedestre

Não adianta reclamar e tentar provar o contrario, mas o maior culpado pelos atropelamentos são os próprios pedestres.

Basta olhar em tudo que é rua e constatar que tem mais gente tentando cruzar a via pelo meio ao invés de onde há a faixa de pedestre ou até mesmo as passarelas.

Em São Paulo foram espalhadas milhares de faixas pedindo que os motoristas tomem cuidado com os pedestres, mas o motorista é mais pedestre do que aquele que está andando ali na rua, que em muitos casos, sequer dirigiu um automóvel, e está ali se achando o dono da rua e atravessando onde achar conveniente.

Hoje passei por vários pedestres dessa maneira, e eles olham reclamando, eu sempre paro e tal, mas o cara que quer passar na frente do carro numa rua movimentada é algo para se parar e pensar, pois os guardas correm multas os carros, mas e os pedestres errados??? Ninguém pode fiscalizar também??

Não estou escrevendo/pensnado como motorista, e sim como uma pessoa que está todos os dias na rua vendo essas barbaridades.

Sim, a REeducação é a forma mais correta do que sair multando, é que multar entra dinheiro e ensinar não deve dar tanto lucro como as multas ;o)

9 comentários:

  1. precisa haver uma política de ensino de trânsito nas escolas, para que as crianças já aprendam desde cedo a se protegerem e a respeitar o transito.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Olha não sei por aí, mas por aqui, a gente tem que esperar todos os carros parar pra poder atravessar mesmo com o sinal aberto pra gente, e ainda correndo o risco de um apressadinho vir correndo os outros carros e te atropelar, fora que os sinais de transito andam sem dar o tempo necessário pra que se atravesse, e que é tanto carro na rua apesar de reconhecer que muito mais pedestres é lógico, que a gente se vê que dá vai.
    No final acho que se tem que reeducar toda a população e ensinar a todos a respeitar a vida afinal motorista tem hora também que é pedestre, neh

    beijos.

    ResponderExcluir
  3. Opnião minha, a culpa é de todo mundo, motorista errado, pedestre errado... somam-se erros e o resultado é a tragédia.

    ResponderExcluir
  4. Eu concordo com "Dja".
    Cada cidade pode ter sua realidade...
    na crescente Caruaru, interior de Pernambuco, o desrespeito ao pedestre é evidente e a falta de prudência por parte dos motorizados se agrava.
    Mas uma educação geral seria legal.
    Todos conhecerem o direito de todos, isso é importante!

    ResponderExcluir
  5. Existe uma campanha, não sei se nacional ou apenas em minas, que mostra os abusos dos pedres no transito. Acho que parte dai, conscientizar e informar.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. a pressa e a distração são fatais para os acidentes tanto dos motoristas quanto dos pedestres, as estatíscas mostram isso e se os adultos não respeitam e naõ cuidam acabam sendo vítimas assim como acontece também com crianças que recebem orientação na escola, mas muitas vezes não praticam! bj!

    ResponderExcluir
  7. olá,tudo bem? que surpresa ótima,fiquei muito feliz com sua visita em meu blog.E estou aqui para agradecer o seu amável comentário.Respondendo a sua pergunta ,veja bem,escrevi a homenagem aos pais ,baseado na vida dos meus filhos,pois eu fui pai e mãe,criei 4 adolescentes.Esta é a razão daquela poesia,claro que meus filhos não dormiram ao relento ,mas vida foi difiçil.Obrigada pelo carinho ,bjos.

    ResponderExcluir
  8. Concordo e ainda coloco os motociclistas no mesmo bolo. Eles fazem atrocidades no trânsito, morrem, e a culpa é sempre do motorista.

    Pedestres e motociclistas são vítimas por decreto, mesmo q não o sejam de fato.

    ResponderExcluir
  9. Complicado mesmo são as pessoas que vivem egoísticamente, achando-se "os certos", ninguém é só motorista, nem só pedestre (mesmo que não saiba dirigir quando está dentro de um veículo, não é pedestre certo?) Acredito que as pessoas precisam ser mais gentis umas com as outras, uma pessoa dentro de um carro é como uma pessoa armada, um pedestre que se arrisca atravessando na frente de um carro é um suicida...


    Enfim nem deveríamos estar aqui discutindo essa questão se cada um soubesse seus direitos e deveres...
    Coisa que cada dia mais difícil de cada um saber...
    E nas escolas a gente (sou professora) a gente tenta correr atrás do prejuízo, ensinando um pouco de valores para nossos alunos que chegam as vezes sem ter nem noção de respeito!

    Bem ninguém é de todo culpado, nem todo inocente!

    Beijokas

    ResponderExcluir

É legal expor o que pensamos, eu já fiz a minha parte e você está fazendo a sua agora, e eu agradeço.